Modos Gregos – Do Modo Certo [2]

No artigo anterior nós vimos uma forma de estudar os modos gregos que nos liberta da escravidão dos shapes e nos permite aprender bem a sonoridade de cada uma das escalas individualmente. Neste post aqui, vamos levar esse conceito adiante e ver um exercício em que comparamos os modos entre si, de maneira que possamos perceber as semelhanças e as sutis diferenças entre uma escala e outra. Dito de outra forma, vamos aprender como observar toda a paleta de cores sonoras que os modos gregos nos oferece!

Para fazer isso, em vez de abordar os modos gregos a partir da sequência em que aparecem na escala maior (jônio, dórico, frígio, lídio, mixolídio, eólio e lócrio), vamos treiná-los por espaçamento. Ou seja, vamos pegar essas sete escalas a partir de sua estrutura interna, observando como os intervalos são distribuídos (ou espaçados) em cada uma delas, e ordená-las a partir de suas semelhanças, deixando mais próximas aquelas que são mais parecidas entre si.

espacamento-agua

Quando partimos desse raciocínio, a primeira coisa que nos chama atenção é que a ordem das escalas se altera em comparação com a abordagem sequencial — por exemplo, agora o primeiro dos modos maiores é o lídio, e não o jônio (você sabia que é por isso que a escala maior se chama diatônica? A palavra dia, em grego, significa duas, ou seja, a escala diatônica é aquela que possui duas tônicas… esse é um assunto interessantíssimo e a respeito do qual nunca vi nada no universo guitarrístico… mas isso é papo pra outro artigo!).

Além disso, vemos que a organização dos modos gregos fica muito mais inteligente, assimilável e musicalmente coerente quando eles são distribuídos por espaçamento: as escalas ficam agrupadas separadamente em maiores e menores; e a única coisa que muda entre uma escala e a seguinte é uma nota, ou um intervalo. Isso nos permite comparar os modos gregos de maneira mais fácil, efetiva e artística/musical.

Mas o melhor é o seguinte: organizando os modos desse jeito, podemos ver com muita clareza o gradiente ou continuum de sentimentos que essas escalas nos oferecem. Mudando uma única nota de cada vez, podemos percorrer passo a passo um trajeto sonoro que vai desde o mais aberto de todos os modos gregos (o lídio) até o mais fechado (o lócrio). Esse é um conhecimento valiosíssimo para nós. De posse dele, é como se tivéssemos um potenciomêtro no qual controlamos a quantidade de tensão da nossa música: quanto maior o espaçamento dos intervalos, menor a tensão — e vice-versa.

Guitarristicamente, o que eu sugiro é que você treine os modos gregos a partir dessa organização. Escolha uma oitava na guitarra e os pratique nela nessa sequência, partindo do lídio e indo passo a passo, como mostrado, até o lócrio. Escute com atenção como essa oitava soa com cada uma das sete escalas, assimilando a sonoridade e o sentimento de cada um dos modos. Dessa maneira, você não vai ficar apenas subindo e descendo shapes de maneira burra, mas vai estar realmente incorporando na sua prática da guitarra esse excelente recurso musical e expressivo.

Espero que este artigo o ajude no seu desenvolvimento guitarrístico e musical. Se você gostou dele ou aprendeu algo novo aqui, por favor deixe um comentário. Seu feedback é muito importante pra gente saber se está no caminho certo! Além disso, se você conhece alguém que pode se beneficiar deste conteúdo, não deixe de compartilhar. Em pleno século XXI, já não há mais espaço para estrelismos e egoísmos no mundo da guitarra: nós precisamos nos juntar e formar uma comunidade unida e dedicada ao avanço da nossa arte!

Um pensamento sobre “Modos Gregos – Do Modo Certo [2]

  1. Pingback: Modos Gregos – Do Modo Certo [3] | Samurai Guitar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s